Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017

História

Publicado em CURITIBA
Lido 12371 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 Santuário Salette - Curitiba

2

Em carta de 26 de dezembro de 1956, enviada ao Superior Provincial, o Pe. Luiz Biesek MS descreve a audiência que obtivera junto ao Arcebispo Metropolitano, Dom Manuel da Silveira Deboux, sobre a idéia de organizar em Curitiba um centro para a administração, impressão e expedição de “O Mensageiro de Nossa Senhora da Salette” (hoje Salette).

Na Província havia um desejo forte de se erigir um Seminário Maior próprio. Do bairro Bacacheri fazia parte a Vila América, pouco povoada. Nesta região, a Mitra tinha um terreno de 3.530 m² sobre o qual havia os fundamentos em tijolo para uma Capela de madeira em construção. A 28 de março de 1957, o Pe. Clorálio Caimi MS, Primeiro Conselheiro Provincial, fez uma visita a Dom Manuel para tratar do assunto.

A questão foi levada ao Conselho Provincial que decidiu enviar a Curitiba o Pe. João Neurkirchen MS para assumir a obra e dar andamento à organização da Paróquia desejada pela Igreja Local de Curitiba. Em 12 de dezembro de 1957, Dom Manuel assinou decreto criando a Paróquia sob o título de Nossa Senhora da Salette e Santa Rosa de Lima. Aos 15 dias do mesmo mês, Pe. João foi empossado como Pároco da nova Paróquia.

Em carta datada de 17 de junho de 1959, Pe. João se dirigiu ao Superior Provincial propondo-lhe a troca de terreno da Capela por outro, mais no alto. Nesse momento, a Província já havia efetuado a compra da grande área na qual seria construído o Seminário Maior ou “Instituto Salette”.

Com o apoio da comunidade, Pe. João empenhou-se junto aos poderes públicos para a obtenção de luz, água para o bairro e a criação de uma escola, a Escola Paroquial Nossa Senhora da Salette. Anos depois, a escola foi repassada ao controle e propriedade do Estado.

Pe. Clorálio, sucessor de Pe. João Neurkirchen, também preocupado com a situação econômico-social das famílias pobres residentes no bairro, trabalhou para a fundação do Centro Social Santa Rosa de Lima, posteriormente declarado de utilidade pública. Foram ainda Párocos os Padres: Arlindo Fávero, Anselmo Zortea, Ilídio Machado e Pedro Sbalchiero Neto (mais tarde Bispo de Vacaria. Em 1992, Pe. Anacleto Ortigara e, em 2009, o Pe. Cristian.

A atual igreja foi obra do Pe. Ilídio da Silva Machado, substituindo a provisória construída pelo Pe. João. A partir de 1990, Pe. Pedro Sbalchiero Neto MS acentuou a dimensão saletina na Paróquia. O Pe. Anacleto Ortigara deu uma tônica bíblica e celebrativa à vida paroquial e procedeu algumas reformas no prédio da antiga Igreja e nos 150 anos da Aparição, ele construiu um pequeno oratório para contemplação e encontro com Nossa Senhora da Salette, à entrada do pátio. Em 2007, no jubileu da Paróquia, o sr. Arcebispo de Curitiba, D. Moacyr José Vitti elevou a Paróquia a Santuário Arquidiocesano, Santuário da Reconciliação.

A Paróquia sempre contou com a colaboração pastoral dos Padres e Religiosos do Instituto Salette.

Atualmente, o paroco e reitor  é o Pe. Renoir Dalpizol, MS.

Veja as fotos:

Última modificação em Quarta, 08 Julho 2015 17:40