Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017

Quaresma e Salette

Lido 427 vezes
Avalie este item
(1 Voto)

 

QUARESMA E SALETTE

 

 

 

 

 

 

 

 

Quaresma e Salette se entrelaçam e se nutrem mutuamente.

 
 

A Quaresma é tempo que se caracteriza pelo forte apelo à conversão. A transformação da mente e do coração, do ser e do agir, constitui seu programa. Um programa que abarca a vida por inteiro e marca particularmente esse tempo de graça.  Deixa-se de lado o que é do “velho homem” do pecado segundo Adão, para se assumir o que é do “homem novo” da graça segundo o Cristo.

 
 

Quaresma é tempo de contrição no qual o cristão inspirado pela humildade, reconhecendo a própria fragilidade humana e confessando a infinita misericórdia de Deus, se dispõe a seguir o caminho do Senhor. Trata-se de caminhada de vida mais intensa, livre e amorosa para com Deus e os irmãos, à luz do Evangelho, princípio da espiritualidade cristã. A Palavra de Deus ilumina a vida e abre o caminho a seguir. Com sua luz se percebe o pecado e suas raízes presentes no modo de ser e de agir humanos. Descobre-se o chamado de Deus para se viver numa relação de amor para com Ele e os irmãos.

 
 

Esse processo de vida espiritual, vivido ao longo da Quaresma, prepara o cristão para saborear intensamente as verdadeiras alegrias que a Páscoa do Senhor derrama nos corações que a Ele aderem. A Quaresma é o “tempo favorável para a avaliação das opções de vida e de seus engajamentos, para a correção dos desvios da rota a seguir, para o aprofundamento da vivência da fé e da acolhida amorosa de Deus e dos irmãos, na promoção de ações concretas de fraternidade e solidariedade” (Pe. Gian Luigi Morgan).

 
 

Nesta perspectiva, em 2013, a Igreja no Brasil propôs uma Campanha da Fraternidade na solidariedade para com os jovens, à luz do tema “Fraternidade e juventude”, e do lema “Eis-me aqui, envia-me” (Is. 6,8).

 

Em 1846, Nossa Senhora visita seu povo para convocá-lo a voltar aos caminhos da vida cristã. Pede-lhe que respeite o Santo Nome de Deus, que não trabalhe no Dia do Senhor, que reze diariamente ao menos de manhã e à noite.

 
 

Nossa Senhora, em sua Aparição em LA SALETTE, a 19 de setembro nos pede um Pai Nosso e uma Ave Maria, que participemos da Santa Missa e observemos a prática da Quaresma. É um programa de vida cristã que Maria propõe a seu povo. Programa de conversão. O povo vivia na miséria material e espiritual, consequência de sua vida afastada de Deus. Com seu apelo e em lagrimas, a Virgem da Salette, a Mãe da Reconciliação, obteve de seu povo o retorno a Deus, mediante uma conversão sincera, na oração, na penitência e no perdão dos pecados pelo Sacramento da Reconciliação. A graça da Salette é a reconciliação do povo com seu Deus, reconciliação que brota desse contexto quaresmal vivido na luz pascal.

 
 

“A Quaresma não é apenas um tempo de maior silêncio e de paz interior: é um tempo de luta espiritual... Devemos, pois, viver a Quaresma com grande coragem, prontos a lutar... com as armas espirituais... indicadas pelo Evangelho: - o alimento da Palavra de Deus pela qual o homem vive e à qual deve acolher abundantemente na Quaresma;  -  a ação penitencial que se exprime no Sacramento da Reconciliação e nas obras de penitência” (Cardeal C. M. Martini).  A espiritualidade da Quaresma, como caminho para a Páscoa do Senhor Jesus, constitui o núcleo central na Mensagem de Maria em Salette.

 

 

Pe.  Ático Fassini, MS - Rio de Janeiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Última modificação em Terça, 28 Fevereiro 2017 03:30