Sexta-Feira, 24 de Marco de 2017

O Caminho Formativo do Vocacionado Saletino

Publicado em Notícias arquivadas
Lido 6719 vezes
Avalie este item
(2 votos)

Quando um jovem sente que chegou o momento, chegou a hora de fazer a experiência, é convidado a conviver conosco por um tempo: geralmente, sem compromisso.

Apenas para conviver, observar e ser observado.

Chega um momento em que o jovem mesmo pede para permanecer e ser introduzido no CAMINHO.

Inicia assim a sua caminhada de formação conforme os passos que se seguem:

 

1 -  PROPEDÊUTICO

Que se dá após o ensino médio. Neste momento, o candidato é introduzido verdadeiramente para fazer a experiência conosco. Há uma programação própria para este período que leva geralmente um ano. Após este ano de introdução, o candidato é convidado a ingressar numa de nossas casas de formação conforme a região geográfica em que se encontre. Feita a experiência como propedeuta, o candidato é convidado a ingressar nos estudos específicos para que possa ter os conhecimentos e o saber necessários para os passos subsequentes.

 

2 - CURSO DE FILOSOFIA

Nesta etapa, o jovem tem a possibilidade de aprofundar os estudos acadêmicos durante três anos numa Faculdade. Ao mesmo tempo, procura entender o seu projeto de vida no horizonte vocacional à luz da cosmovisão contemporânea. Concluído este, o candidato, geralmente está em condições de ele mesmo pedir para fazer o aprofundamento da espiritualidade e da vida comunitária religiosa como saletino através do Postulantado.

 

3 - POSTULANTADO

Nesta etapa, o jovem deve atingir um discernimento consciente da própria vocação para alcançar as aptidões necessárias para viver o tempo no Noviciado. Esta etapa vai de seis meses a dois anos e, geralmente, acontece durante o curso de Filosofia.

 

4 - NOVICIADO

O Noviciado tem a duração de um ano. Este período de formação muito especial se realiza num lugar apropriado com formadores também preparados para ajudar o candidato a fazer esta experiência de uma maneira bem característica. É neste período que o candidato tomará conhecimento de nossa regra de vida pelo estudo de nossas Constituições.

É um tempo muito forte: muito marcante! Terminado o Noviciado, o candidato está bem por dentro de nosso modo de vida. Ele mesmo faz o pedido, por escrito, para entrar em nossa Família Religiosa, através da  emissão dos Primeiros Votos.

5 - PRIMEIROS VOTOS

Ou Profissão temporária. Terminado o noviciado o candidato está por dentro de nosso modo de vida pelo estudo de nossas Constituições e Carisma. Pela profissão temporária o jovem religioso se compromete publicamente a:

    • Preparar-se para a Profissão perpétua pela prática dos três Conselhos Evangélicos de Castidade, Pobreza e Obediência;

    • Observar as Constituições e outros regulamentos da Congregação;

  • Colocar a própria pessoa, atividades e fruto do seu trabalho a serviço de Deus na Congregação: sua profissão religiosa o incorpora à Congregação, com todos os direitos e deveres especificados nas Constituições e Normas Capitulares. A Duração da Profissão Temporária será de três anos que podem ser emitidos para períodos de um a dois anos.

 

6 - TEMPO DE EXPERIÊNCIA

Essa etapa é reservada para aqueles jovens que procuram ou que vieram de um outro Instituto Religioso ou Diocese e já possuem uma graduação na área humanística. Esses jovens são acolhidos numa de nossas Comunidades Saletinas, onde passarão um ano de convivência (no serviço de Missões Populares; numa Paróquia; num Santuário ou outros), tendo encontros periódicos com o Coordenador Provincial para um melhor discernimento vocacional e do Carisma. Passada esta etapa, os jovens são acolhidos e chamados ao Postulantado sob a orientação do Coordenador Provincial e da Equipe de Formação da Província.

7 - TEOLOGIA

Este é o curso que nos capacita para realizarmos um trabalho com eficiência, segurança e certeza junto ao povo de Deus como sacerdote ou religioso. Este curso tem a duração de quatro anos. Normalmente, no quarto ano de Teologia, o candidato é convidado a fazer uma outra experiência da qual ele nunca mais esquecerá que é o ....

8 - GRANDE RETIRO

É uma experiência única. O jovem religioso passará 30 dias no lugar onde Nossa Senhora apareceu junto às Cordilheiras dos Alpes, na França, no sentido de beber diretamente na fonte de nossa espiritualidade. para fazer o grande retiro de preparação para o seu ingresso definitivo na família religiosa saletina.

Após isto, regressando da Santa Montanha, diante da Comunidade Saletina do Brasil, composta por todos os membros da Província Imaculada Conceição, vindos de todos os Estados, numa Celebração Eucarística para isto preparada, o candidato faz a entrega de sua vida pela emissão dos Votos Perpétuos, segundo nossas Constituições tendo Cristo como regra da sua vida.

9 - VOTOS PERPÉTUOS OU PROFISSÃO PERPÉTUA

Aqui o candidato é acolhido pelos irmãos como mais um Irmão de caminhada não mais de uma maneira temporária, mas definitiva. Dá para perceber que, desde o seu ingresso no Propedêutico até o último ano de Teologia, o candidato faz uma caminhada conjunta de formação intelectual e formação para a Vida Religiosa.

10 - ORDENS MAIORES A PARTIR DO DIACONATO

Este é um período de no mínimo seis meses, podendo ser um tempo maior onde o jovem se coloca a serviço da Igreja como aquele que serve.

11 - PRESBITERATO

Como Presbítero (Padre), ele....

12 - SERÁ DESIGNADO A UMA COMUNIDADE

Onde exercerá não só o seu ofício como presbítero, mas, sobretudo a sua participação na vida comunitário-religiosa.

É assim que a gente faz a caminhada desde aquele desejo íntimo, pessoal de ser saletino até este ponto não final, mas conclusivo de uma fase. Isto porque ninguém tem o direito de se sentir pronto e formado para a missão porque a missão exigirá do novo religioso ou do novo padre aquilo que chamamos entre nós de Formação Permanente.

13 - FORMAÇÃO PERMANENTE

Estudar e se adequar sempre mais para a missão é um apelo que deverá ficar na memória de cada saletino. O tempo, a sociedade, a Igreja e o povo de Deus em fim, têm o direito de ter em seu meio um saletino sempre bem preparado intelectual, espiritual, pastoral, humana, moral, e liturgicamente para que possa corresponder com suas necessidade.

Nossa Senhora disse: " Ide,meus filhos, transmiti isto a todo o meu povo"! É a Mãe que fala, é a Mãe quem ordena, é a Mãe quem determina é a Mãe quem assume aquela mesma postura das Bodas de Caná. Ela não atrai ninguém para si e sim para o seu Filho e a missão dele.

Desde 1852, muitos já fizeram esta experiência de vida e missão como saletinos. Hoje, neste tempo, estamos nós fazendo a nossa experiência não só aqui no Brasil, mas também em outros vinte e seis países do mundo.

Como congregação que tem um apelo para a Reconciliação, mais do que nunca o povo de Deus necessita ser reconciliado. A Reconciliação é um apelo urgente: Reconciliação das pessoas entre si; Reconciliação nas famílias; Reconciliação entre as Igrejas; Reconciliação entre as Culturas; Reconciliação com Deus e o seu Projeto; Reconciliação, COM CRISTO! Para tanta Reconciliação precisamos ser mais numerosos; mais e melhor preparados; mais disponíveis;

E é aqui que precisamos com mais urgência de mais companheiros, de mais gente e de mais jovens que se disponham a entrar neste vasto campo da RECONCILIAÇÃO apresentado por Maria em Salette 

Última modificação em Sexta, 17 Março 2017 16:24

Mais Lidas