Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Carta do Superior Geral para a Solenidade de La Salette 2017

Publicado em FAMÍLIA SALETINA
Lido 92 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

Festa de La Salette 2017
« Eu vo-lo mostrei... e vós nem fizestes caso!. »


Caríssimos confrades


As minhas saudações à partir do Santuário da La Salette onde me encontro juntamente com os PP.Adilson e Joe por ocasião do encontro dos JRMS 2017, o último desta nossa administração. Vivemos e celebramos juntos, sobre esta Santa Montanha o 171° Aniversário da Aparição unidos profundamente à todos vós que vivem espalhados em 4 cantos do mundo. O mês de setembro é sempre para Igreja um mês marial. A liturgia nos faz celebrar diversas festas de Nossa Senhora: a sua Natividade (8), o Santo Nome de Maria(12), Nossa Senhora das Dores(15). Esta memória litúrgica também nos fala da aproximação de Maria na história do ser humano e pessoal e da sua total participação aos sofrimentos de Cristo pela salvação da humanidade. Devemos acrescentar ainda sua aparição de 19 de setembro de 1846 à La Salette.


Este mês é importante também para cada um de nós, convidados a voltar as raízes profundas da nossa espiritualidade que é o fundamento Cristocêntrico (cfr. n°7), mas também mariano porque se inspira na Mensagem de Maria na sua Aparição à La Salette e no exemplo da sua vida toda dedicada à obra do seu Filho (cfr. n°13 RDV). O mundo no qual vivemos é muito amado de Deus (GV 3,16) mas hoje em dia é frágil, em contradição consigo mesmo,doente e ferido pelo mal. Um mundo no qual o diálogo parece deixar lugar a indiferença e ao egoísmo, a supremacia dos fortes sobre o mais fracos, o desespero, a perca da dignidade e unidade, a poluição e a degradação do meio ambiente em geral. Um mundo marcado de uma migração de massas que se não for controlada pode criar tensões, incompreensões,mal estar,uma corrupção a todos os níveis que vai degradado as regras de vida, das guerras locais que parecem não ter mais fim, do terrorismo sem fronteiras que pode semear o medo e mortes em toda parte.


Diante desta triste realidade podemos ser levados a sentar-se e cair no pessimismo retirando deste modo o remo da barca porque incapazes de dar uma resposta adequada. Este perigo existe mas não devemos nos deixar cair na resignação que é o modo de pensar pagão, mas ao contrário devemos reagir como cristãos conscientes de que a última palavra será a vida e não o mal ou a morte(cfr.AP) Nossa Senhora da Salette reprovava o seu povo de ser insensível e de não fazer caso aos acontecimentos bons e maus ocorridos na sua história e do mundo: “eu vos fiz ver o ano passado…e vós não fazeis caso”. Uma pergunta pode ser colocada espontaneamente: porquê compreender tudo isto e qual é a mensagem que Deus quer dar ao homem do nosso tempo e em particular a nós MS?


A missão de todo o Saletino é de ter em conta a realidade que o cerca como um “sinal dos tempos” e como uma carta que Deus esta escrevendo à humanidade… que deve ser lida à luz da fé procurando individualizá-la e reconhecer nela os traços da presença de Deus e da sua passagem. E por consequência ele deve ser difundida em toda parte como um farol de esperança no coração das pessoas que provadas e enganadas muitas vezes e feridas na vida encontrem no seu caminho padres e religiosos. E tudo isto seja um grande encorajamento quando o Papa S.João Paulo II escrevia na sua carta endereçada ao Dom Dufaux,Bispo da diocese de Grenoble,por ocasião da celebração do 150° aniversário de Aparição: La salette é uma mensagem de esperança, a nossa esperança é pois sustentada pela intercessão daquela que é Mãe dos homens “(Vaticano,6,maio 1996).


É com o sentimento de grande alegria e de reconhecimento que comunico a Congregação por ocasião do 171° aniversário, abertura da missão Saletina em Pemba(Moçambique). Recomendada pelo CDC da Índia 2017(dez 2) à partir do mês de dezembro próximo graças a disponibilidade dos 3 confrades do Brasil(2) e de Angola(1). A decisão oficial da parte do CG estará pronta brevemente. Por agora agradeço de coração em nome de toda Congregação, as duas províncias que responderam positivamente ao convite que Dom Luiz Fernando Lisboa CP, Bispo do Pemba tinha feito ao Conselho Geral na sua carta de 29 de dezembro 2014.

Convido-vos todos a rezar para esta nova presença nas terras africanas.... com o espírito sincero de serviço à Igreja local e se realize também em plena sintonia com as perspectivas missionárias que a nossa Congregação se deu nestes últimos anos seguindo o convite do Papa Francisco de prestarmos atenção as periferias do mundo. O Capítulo Geral está as portas… desejo que toda a Congregação se prepare para celebrar este grande acontecimento com a participação ativa de todos os membros e com a oração quotidiana ao Espírito Santo para que o próximo capítulo venha a ser uma graça para nós MS, pela Igreja e para o mundo.

Em nome do Conselho Geral quero desejar a todos os confrades, noviços,estudantes,e religiosos em todo os estados, sobretudo aos doentes ou em dificuldades,desejo-vos Boa e Santa festa Patronal,sem esquecer naturalmente as irmãs SNDS e os leigos Saletinos que a justo título partilham conosco a alegria e a esperança assim como as ansiedades e dificuldades que conhecem a missão do anúncio do Evangelho no mundo de hoje. Que a Bela Senhora de La Salette vos proteja e a benção e cada um de vós.


Silvano Marisa, MS

 

Mais Lidas

Advento: Significado e origem

04 Dez 2017 Notícias Salette

O tempo do Advento

04 Dez 2017 Notícias Salette

A lição da humildade: Maria e José

05 Dez 2017 Notícias Salette