Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Setembro: Maria Santíssima realmente apareceu na Montanha de La Salette

Publicado em FAMÍLIA SALETINA
Lido 117 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

Mais uma vez é setembro. Mês em que a Virgem Santíssima visitou duas pobres crianças, em um vilarejo longe de tudo, escondido do mundo, em um lugar inóspito chamado: LA SALETTE, região profunda dos alpes franceses. Sabemos que:

  1. OS PASTORINHOS NÃO FORAM ILUDIDOS PELAS CIRCUNSTÂNCIAS, porque a Aparição aconteceu em plena luz solar, num planalto descampado, tão próxima que nem sequer uma pessoa poderia passar entre os videntes e a Bela Senhora.
  2. NÃO QUERIAM ILUDIR, pois a sua sinceridade fora provada a todo custo, pelos habitantes, autoridades eclesiásticas e civis.
  3. NEM PODIAM ILUDIR, porque para iludir deviam inventar a cena da Aparição... ou aprendê-la de outros.

Ora, eles eram INCAPAZES DE INVENTAR uma cena tão bela e significativa sendo que não sabiam ler, escrever, falar o francês e ignoravam os princípios elementares da religião. NEM PODIAM APRENDÊ-LA dos outros sendo de memória tão ingrata que, levaram anos para aprender o Pai-Nosso. Além do mais, encontram-se pela primeira vez, na véspera da Aparição e foram separados no dia seguinte. Dessa forma, é sublime admitir a visão da Mãe de Deus e nossa, que dizia: "Se meu povo não quiser se submeter, vejo-me forçada a deixar cair o braço de meu Filho". O bispo diocesano Dom Philisbert de Bruillard, após cinco anos e rigorosos exames, havendo consultado a Santa Sé, pronunciou um mandamento doutrinal, datado do dia 19 de setembro de 1851, dizendo:

 

Nós julgamos que a Aparição de Maria Santíssima a dois pastorinhos, a 19 de setembro de 1846,

sobre uma Montanha da cordilheira dos Alpes, na paróquia de La Salette, diocese de Grenoble,

traz em si todos os caracteres da verdade e, que os fiéis tem motivo para crer como indubitável e certa

 

É preciso ter duas atitudes diante de sua Mensagem. Quanto mais importante for uma mensagem, tanto maior ATENÇÃO se requer. Ora, se Maria Santíssima tivesse vindo em seu próprio nome, mas veio em Nome de Deus, conforme Ela mesma afirma: "Dei-vos seis dias para trabalhar, reservei-me o sétimo, e nem esse querem me conceder". Por esse fato a mensagem de Nossa Senhora de La Salette, requer muita atenção. Maximino e Melânia server de modelo, pois assim que avistaram a Senhora sentada na pedra, e ouviram sua voz maternal, concentraram toda a sua atenção, sem se desviarem, por um instante sequer. O amor filiar e o interesse exigem que prestemos a mensagem da Virgem em pranto. Oh, como seria doce se respondêssemos a Ela: "Falai Senhora, nós vos ouviremos!". Os pastorinhos não só a ouviram com atenção, mas compenetraram-se profundamente, conforme afirmaram, dizendo: "Nós absorvíamos as suas palavras". Por toda a vida, conservaram vivíssima recordação daquela cena inefável, que se desenrolou aos seus olhos, em La Salette. Ao passo que nós nos contentamos com uma leitura superficial de sua Mensagem.

Não foi sem fruto que, Maximino e Melânia contemplaram as lágrimas da Virgem; pois mostraram-se fiéis observadores de seu pedido - Pois bem, meus filhos, transmitireis isso a todo o meu povo - até a morte. Foram os primeiros a praticar as suas recomendações: rezaram, observaram fielmente o descanso dominical, evitaram a blasfêmia, a mentira, a calúnia e guardavam os preceitos da Igreja. Com que coragem, zelo e perseverança não cumpriram a ordem de transmitir a Mensagem. Eles tiveram a DOCILIDADE de ouvir e fazerem-se mensageiros. No mesmo dia a relataram aos patrões, no dia seguinte ao pároco e sucessivamente aos romeiros desejosos de ouvir a narrativa de seus próprios lábios, enfrentando constantes objeções e até maus tratos. Podemos nos perguntar: "Qual a nossa atitude, como praticamos as palavras da nossa Mãe que chora?". Que o nosso mês de setembro, mês que Maria escolheu para nos dar à melhor parte: a Reconciliação que seu Filho, Jesus Cristo nos alcançou na cruz, seja um novo momento para nossa atenção e docilidade.

 

 

Organização: Ir. Emerson Aguiar, MS.

 

 

 

 

 

 

Mais Lidas

Advento: Significado e origem

04 Dez 2017 Notícias Salette

O tempo do Advento

04 Dez 2017 Notícias Salette

A lição da humildade: Maria e José

05 Dez 2017 Notícias Salette