Quarta-Feira, 29 de Marco de 2017

1. O Caminho da Reconciliação

Publicado em FAMÍLIA SALETINA
Lido 49 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

             Todos nós sentimos necessidade de reconciliação durante a vida. O pecado nos desintegra, tornando-nos menos humanos; ele nos cega, endurece nosso coração transformando-o em pedra; tornando-nos invejosos e violentos. O homem pecador precisa de reconciliação para retomar o caminho da esperança, reintegrar-se, reconstituir o que o pecado desfez. A família, as comunidades, os povos, a humanidade, o HOMEM, todos precisam reconciliar-se.

             O caminho da reconciliação que Jesus nos ensina tem características próprias. São essas as características que Maria vem nos recordar em La Salette. A Reconciliação é a paz em si, ao redor de si, e no mundo. Maria nos mostra o caminho de volta: submeter-se a Jesus. Submissão é um remédio contra o orgulho, egoísmo e individualismo. Maria faz um convite a conversão - "SE". Deus não obriga ninguém, só convida. Maria nos traz uma grande esperança: nós ainda temos tempo para a conversão e ela é uma obra para a vida inteira. 

  1. É preciso olhar ao redor de nós

A conversão pessoal é o caminho necessário para a concórdia entre as pessoas. Maria suplica pela salvação do mundo, Ela é exemplo de misericórdia; esteve atenta às necessidades de Israel, em Caná da Galileia, às necessidades de seus filhos em La Salette. Ela olhou ao seu redor e isto está assinalado pelo seu amor efetivo aos seres humanos. RECONCILIADO é aquele que tem espaço interior para acolher a vida, as pessoas.

Quando faltava o vinho na festa de casamento, Ela olhou ao seu redor para lembrar-lhes que o seu Filho era o verdadeiro vinho. Estar atento às necessidades dos outros é também, RECONCILIAÇÃO.

 

                             Texto escrito originalmente em 22.06.12. CONTINUA...

 

Ir. Emerson Aguiar, MS.

Última modificação em Sexta, 17 Março 2017 18:51

Mais Lidas