Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017

SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA DA SALETTE - OFÍCIO LITÚRGICO - 19 de setembro

Publicado em FAMÍLIA SALETINA
Lido 310 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

 

PROVÍNCIA IMACULADA CONCEIÇÃO

 

OFÍCIO LITÚRGICO

19 de setembro

 

SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA DA SALETTE

 

RECONCILIADORA DOS PECADORES

 


 

OFÍCIO LITÚRGICO

 

I Vésperas

V. Vinde, ó Deus. Glória ao Pai. Como era. Aleluia

HINO

Vós, que acolheis com ternura,

a prece de vossos filhos,

Maria, nós imploramos,

vinde agora em nosso auxílio.

 

Salvai-nos quando o pecado

nos impõe duros grilhões.

Quebrai depressa as amarras

que prendem os corações.

 

Livrai-nos quando a cegueira

causada por falsa luz,

nos oculta a luz que é Deus

e sua salvadora cruz.

 

Preservai-nos da fraqueza

que nos leva ao mal mortal.

Daí a todos vossa paz

Na alegria eternal.

Mãe, velai por vossos filhos,

quando a morte enfim chegar.

Que após tão temido fato

vida possam alcançar.

 

Louvor ao Pai e ao Espírito,

louvor ao Filho, Jesus,

louvor ao Deus cuja graça

em vossa vida reluz.

 

SALMODIA

 

Ant. 1 - O Poderoso fez por vós maravilhas, ó Maria,

- e seu amor se estende de geração em geração sobre os que o respeitam.

 

Salmo 112(113)

 

 

1 Louvai, louvai, ó servos do Senhor, *
louvai, louvai o nome do Senhor!
2 Bendito seja o nome do Senhor, *
agora e por toda a eternidade!
3 Do nascer do sol até o seu ocaso, *
louvado seja o nome do Senhor!

 

4 O Senhor está acima das nações, *
sua glória vai além dos altos céus.
=5 Quem pode comparar-se ao nosso Deus, †
ao Senhor, que no alto céu temo seu trono *
6
e se inclina para olhar o céu e a terra?

 

7 Levanta da poeira o indigente *
e do lixo ele retira o pobrezinho,
8 para fazê-lo assentar-se com os nobres, *
assentar-se com os nobres do seu povo.
9 Faz a estéril, mãe feliz em sua casa, *
vivendo rodeada de seus filhos.

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. 1 – O Poderoso fez por vós maravilhas, ó Maria,

- e seu amor se estende de geração em geração sobre os que o respeitam.

 

Ant. 2 – Por vós, ó Virgem Imaculada, nos é dada a vida outrora perdida;

- do céu acolhestes vosso Filho e destes ao mundo o Salvador.

 

Salmo 147(147 B)

 

 

12Glorifica o Senhor, Jerusalém! *
Ó Sião, canta louvores ao teu Deus!

13Pois reforçou com segurança as tuas portas, *
e os teus filhos em teu seio abençoou;
14apaz em teus limites garantiu *
e te dá como alimento a flor do trigo.

 

15Ele envia suas ordens para a terra, *
e a palavra que ele diz corre veloz;
16 ele faz cair a neve como lã *
e espalha a geada como cinza.

 

17Como de pão lança as migalhas do granizo, *
a seu frio as águas ficam congeladas.
18Ele envia sua palavra e as derrete, *
sopra o vento e de novo as águas correm.

 

19Anuncia a Jacó sua palavra, *
seus preceitos e suas leis a Israel.
20Nenhum povo recebeu tanto carinho, *
a nenhum outro revelou os seus preceitos.

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

 

Ant. 2 – Por vós, ó Virgem Imaculada, nos é dada a vida outrora perdida;

- do céu acolhestes vosso Filho e destes ao mundo o Salvador.

 

Ant. 3 – Na presença do Senhor, lembrai-vos, ó Virgem Mãe de Deus: livrai-nos da condenação.

 

Cântico Ef. 1,3-10 

3 Bendito e louvado seja Deus, * 
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, 
– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo * 
com bênção espiritual de toda sorte! 

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai, 
que nos abençoastes em Cristo!) 

4 Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, * 
já bem antes de o mundo ser criado, 
– para que fôssemos, perante a sua face, * 
sem mácula e santos pelo amor.(R.) 

=5 Por livre decisão de sua vontade, † 
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, * 
a sermos nele os seus filhos adotivos, 
6 para o louvor e para a glória de sua graça,* 
que em seu Filho bem-amado nos doou.(R.) 

7 É nele que nós temos redenção, * 
dos pecados remissão pelo seu sangue. 
= Sua graça transbordante e inesgotável † 
8 Deus derrama sobre nós com abundância, * 
de saber e inteligência nos dotando.(R.) 

9 E assim, ele nos deu a conhecer *
o mistério de seu plano e sua vontade, 
– que propusera em seu querer benevolente, * 
10 na plenitude dos tempos realizar: 
– o desígnio de, em Cristo, reunir * 
todas as coisas: as da terra e as do céu. (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 3 – Na presença do Senhor, lembrai-vos, ó Virgem Mãe de Deus: livrai-nos da condenação.

 

LEITURA BREVE – At 1, 14.

 

Os discípulos, unânimes, perseveravam na oração, com algumas mulheres, entre as quais Maria, a mãe de Jesus, e com seus irmãos.

 

RESPONSÓRIO BREVE

 

R. Santa Maria, Mãe da misericórdia,

* Intercedei por nós, pecadores. R. Santa Maria.

V. À vossa proteção recorremos. * Intercedei.

Glória ao Pai. R. Santa Maria.

 

CÂNTICO EVANGÉLICO

 

Ant. Deus olhou para sua humilde serva: por ela seu amor se estende sobre nós, pecadores, de geração em geração.

 

Magnificat Lc 1, 46-55

 

A alegria da alma no Senhor

 

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador; 
48, pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 saciou de bens os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor, 

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Deus olhou para sua humilde serva: por ela seu amor se estende sobre nós, pecadores, de geração em geração.

 

PRECES

 

Glorifiquemos a Deus Pai todo poderoso, que em seu desígnio dispôs que todas as gerações venerem Maria, a Mãe de seu Filho, e peçamos-lhe humildemente:

 

R. Que a Virgem Reconciliadora dos pecadores interceda por nós!

 

Deus, que fazeis maravilhas, escolhestes a Virgem Maria para ser Mãe de vosso Filho,

- Fazei que nossos corações acolham o Cristo como Maria o acolheu. R.

 

Vós que tornastes Maria atenta à vossa Palavra e dela fizestes vossa serva fiel,

- por sua intercessão, fazei de nós servidores e discípulos de vosso Filho. R.

 

Vós quisestes reconciliar o mundo convosco pela cruz de vosso Filho,

- fazei que a exemplo de Maria, sejamos todos construtores de reconciliação. R.

 

Vós fizestes de Maria a Mãe de misericórdia para todos nós,

- fazei que acolhamos a sua ternura materna quando estivermos em perigo. R.

 

Intenções livres...

 

Vós quisestes que Maria participasse, em corpo e alma, da glória celeste de vosso Filho,

- concedei aos defuntos que possam usufruir da mesma glória no vosso Reino. R.

 

Pai Nosso...

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

BENÇÃO SOLENE

 

-O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós!

 

-O Deus de bondade, que pelo Filho da Virgem Maria quis salvar a todos, vos enriqueça com sua benção.

R. Amém.

 

-Seja-vos dado sentir sempre e por toda parte a proteção da Virgem, por quem recebestes o Autor da vida.

R. Amém.

 

-E vós, que vos reunistes hoje para celebrar sua solenidade, possais colher a alegria espiritual e o prêmio eterno.

R. Amém.

 

-Pela intercessão de Nossa Senhora da Salette, Reconciliadora dos pecadores e Padroeira da Congregação, (deste Santuário...) a Benção de Deus todo-poderoso, +Pai, +Filho e +Espírito Santo desça sobre vós e permaneça para sempre.

R. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

Ofício das Leituras

V. Abri meus lábios. R. E minha boca.

INVITATÓRIO

V. Vinde, adoremos o Cristo, Filho de Maria! R. (Solista entoa e coro repete)

Salmo 94(95)

1Vinde, exultemos de alegria no Senhor, *

aclamemos o Rochedo que nos salva!

2 Ao seu encontro caminhemos com louvores, *

e com cantos de alegria o celebremos! (R.)

 

3 Na verdade, o Senhor é o grande Deus, *

o grande Rei, muito maior que os deuses todos.

4 Tem nas mãos as profundezas dos abismos, *

e as alturas das montanhas lhe pertencem;

5 o mar é dele, pois foi ele quem o fez, *

e a terra firme suas mãos a modelaram. (R.)

 

6 Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, *

e ajoelhemos ante o Deus que nos criou!

=7 Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, †

e nós somos o seu povo e seu rebanho, *

as ovelhas que conduz com sua mão. (R.)

 

=8 Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: †

“Não fecheis os corações como em Meriba, *

9 como em Massa, no deserto, aquele dia,

– em que outrora vossos pais me provocaram, *

apesar de terem visto as minhas obras”. (R.)

 

=10Quarenta anos desgostou-me aquela raça †

e eu disse: “Eis um povo transviado, *

11seu coração não conheceu os meus caminhos!”

– E por isso lhes jurei na minha ira: *

“Não entrarão no meu repouso prometido!” (R.)

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém. (R.)

 

V. Vinde, adoremos o Cristo, Filho de Maria!

 

HINO

 

Vós que venceis a serpente,

única sois sem pecado,

Mãe, imaculado lírio,

num espinheiro brotado.

 

Que vossa luz nos proteja,

terna, o mal nosso desfaz:

junto a vosso Filho, o Justo,

a todos dai-nos a paz.

 

Por nosso pecado imersos

no mar poluído do mundo,

tende piedade de nós

em nosso choro profundo.

 

Se vós nos abandonais

quem ouviria nossa prece.

Ninguém a nós livraria

do fogo eterno que aquece.

 

No lenho santo da cruz

Jesus a Mãe dar-nos quis.

Ó Mãe concede aos viajantes

chegar ao porto feliz.

 

A vós Jesus Cristo a glória,

Filho da Virgem Maria.

Louvor ao Pai e ao Espírito,

sem fim na eterna alegria.

 

SALMODIA

 

Ant. 1 – Escolhida dentre todas as mulheres, alcançastes graça e misericórdia junto ao Rei.

 

Salmo 23(24)

 

1 Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, *

o mundo inteiro com os seres que o povoam;

2 porque ele a tornou firme sobre os mares, *

e sobre as águas a mantém inabalável.

 

3 “Quem subirá até o monte do Senhor, *

quem ficará em sua santa habitação?”

=4 “Quem tem mãos puras e inocente coração, †

quem não dirige sua mente para o crime, *

nem jura falso para o dano de seu próximo.

 

–5 Sobre este desce a bênção do Senhor *

e a recompensa de seu Deus e Salvador”.

6 “É assim a geração dos que o procuram, *

e do Deus de Israel buscam a face”.

 

=7 “Ó portas, levantai vossos frontões! †

Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *

a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

 

=8 Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” †

“É o Senhor, o valoroso, o onipotente, *

o Senhor, o poderoso nas batalhas!”

 

=9 “Ó portas, levantai vossos frontões! †

Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, *

a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

 

=10 Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” †

“O Rei da glória é o Senhor onipotente, *

o Rei da glória é o Senhor Deus do universo!”

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. 1 – Escolhida dentre todas as mulheres, alcançastes graça e misericórdia junto ao Rei.

 

Ant. 2 – Se encontrei graça a vossos olhos, ó Rei, daí a salvação a meu povo: é por ele que vos suplico.

 

Salmo 45(46)

 

2 O Senhor para nós é refúgio e vigor, *

sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia;

3 assim não tememos, se a terra estremece, *

se os montes desabam, caindo nos mares,

4 se as águas trovejam e as ondas se agitam, *

se, em feroz tempestade, as montanhas se abalam:

 

5 Os braços de um rio vêm trazer alegria *

à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo.

6 Quem a pode abalar? Deus está no seu meio! *

Já bem antes da aurora, ele vem ajudá-la.

7 Os povos se agitam, os reinos desabam; *

troveja sua voz e a terra estremece.

 

8 Conosco está o Senhor do universo! *

O nosso refúgio é o Deus de Jacó!

 

9 Vinde ver, contemplai os prodígios de Deus *

e a obra estupenda que fez no universo:

= reprime as guerras na face da terra, †

10 ele quebra os arcos, as lanças destrói, *

e queima no fogo os escudos e as armas:

11 'Parai e sabei, conhecei que eu sou Deus, *

que domino as nações, que domino a terra!'

 

12 Conosco está o Senhor do universo! *

O nosso refúgio é o Deus de Jacó!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 2 – Se encontrei graça a vossos olhos, ó Rei, daí a salvação a meu povo: é por ele que vos suplico.

 

Ant. 3 – Vós não poupastes vossa própria vida para salvar vosso povo da provação e dos tormentos.

 

Salmo 86(87)

1 O Senhor ama a cidade * 
que fundou no Monte santo; 
2 ama as portas de Sião * 
mais que as casas de Jacó. 

3 Dizem coisas gloriosas * 
da Cidade do Senhor: 
4 'Lembro o Egito e Babilônia * 
entre os meus veneradores. 

= Na Filistéia ou em Tiro † 
ou no país da Etiópia, * 
este ou aquele ali nasceu'. 

=5 De Sião, porém, se diz: † 
'Nasceu nela todo homem; * 
Deus é sua segurança'. 

=6 Deus anota no seu livro, † 
onde inscreve os povos todos: * 
'Foi ali que estes nasceram'. 

7 E por isso todos juntos * 
a cantar se alegrarão; 
– e, dançando, exclamarão: * 
'Estão em ti as nossas fontes!'

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

V. De todo perigo livrai-nos,

R. Ó Virgem gloriosa e bendita.

 

PRIMEIRA LEITURA

 

Sirácida (Eclesiástico) 24, 5-11. 22-31. 41-46

Maria, sede da sabedoria

 

“Saí da boca do Altíssimo, e como a neblina cobri a terra. Armei minha tenda nas alturas e meu trono era coluna de nuvens. Só eu rodeei a abóbada celeste, eu percorri a profundeza dos abismos, as ondas do mar, a terra inteira, reinei sobre todos os povos e nações. Junto de todos estes procurei onde pousar e em qual herança pudesse habitar. Estendi meus ramos como o terebinto, meus ramos, ramos de glória e graça. Eu, como a videira, fiz germinar graciosos sarmentos e minhas flores são frutos de glória e riqueza. Eu sou a mãe do amor e do temor, do conhecimento e da santa esperança. A todos os meus filhos concedo bens eternos àqueles que ele escolheu. Vinde todos a mim os que me desejais, fartai-vos de meus frutos. Porque a minha lembrança é mais doce do que o mel. Minha herança mais doce do que o favo de mel. Os que me comem terão ainda fome, os que me bebem terão ainda sede. Quem me obedece não se envergonhará, os que trabalham por mim não pecarão. Quanto a mim, sou como canal de rio, como aqueduto que vai ao paraíso. Eu disse: ‘irrigarei o meu jardim, regarei os meus canteiros’. Eis que meu canal tornou-se rio e o meu rio tornou-se mar. Ainda farei a disciplina resplandecer como a aurora, levarei longe sua luz. Ainda derramarei a instrução como profecia e a transmitirei às gerações futuras. Vede: não trabalhei só pra mim, mas para todos os que a procuram”.

 

RESPONSÓRIO BREVE

 

R. Que o Senhor ouça vossa prece e se reconcilie convosco e não vos abandone no tempo da desgraça

* O Senhor, nosso Deus.

V. Que a todos vos dê um coração para adorá-lo e cumprir sua vontade. * O Senhor nosso Deus.

 

SEGUNDA LEITURA

 

Dos Sermões de São Bernardo, Abade,

Sobre a Natividade da Virgem, in “O Aqueduto” 6, 7.

 

Vejamos com que amor, inteiramente doado, Deus quer que honremos Maria, Ele que nela depositou a plenitude de todo o bem: ensina-nos assim que toda esperança, toda graça, toda salvação transbordam sobre nós, vindas daquela que se eleva, plena de graça. Afastai o sol material que ilumina o mundo: poderá ele ainda fazer dia? Afastai Maria, estrela do mar, de um mar extenso e imenso: que restará senão a escuridão geral, a sombra da morte, as trevas mais espessas? Do fundo de nosso coração, do mais intimo de nós mesmos, de nossa inteira vontade, veneremos Maria: tal é a vontade Daquele que quis tudo obtenhamos por Maria. Tinhas receio de te aproximares do Pai. Atemorizado pelo simples fato de ouvi-Lo, ias esconder-te por entre os arbustos (como Adão depois do pecado). O Pai te deu Jesus como mediador. O que é que um tal Filho não obteria junto a um tal Pai? Ele será ouvido em razão de sua piedade filial, pois o Pai ama o Filho. Esse mesmo Filho te atemorizaria? Ele é teu irmão, de tua mesma carne, e tudo suportou, com exceção do pecado, para aprender a se tornar misericordioso. E esse teu irmão te foi dado por Maria. Talvez, porém, tu receias sua divina majestade, pois, mesmo tendo se tornado homem permanece, entretanto, como Deus. Queres ter um porta-voz junto a Ele? Dirige-te a Maria. Nela, só existe a humanidade pura não apenas porque é pura de toda impureza, mas pura porque participa somente da natureza humana. Não hesitaria em dizer que Maria será assim ouvida em razão de si mesma. De qualquer forma, o Filho ouvirá a Mãe, e o Pai ouvirá o Filho. Meus queridos filhos, eis aqui a escada de acesso para os pecadores. Eis minha suprema garantia, eis toda a razão de ser de minha esperança. Vamos, então? Poderia o Filho expulsar a Mãe, ou padecer pelo fato de Ela ser expulsa? Poderia não escutá-la? Ou não ser, Ele mesmo, escutado? Nem uma coisa nem outra, certamente! O anjo disse a Maria: “Encontraste graça junto a Deus”. Felizmente, sim, Ela sempre encontrará graça, essa graça, único bem de que temos verdadeiramente necessidade. Pois não é senão pela graça que somos salvos.

 

RESPONSÓRIO BREVE

 

R. Louvai o Senhor, nosso Deus: Ele não abandona os que nele esperam.

* A mim, sua serva, cumulou-me de seu amor conforme prometeu à casa de Israel.

V. Deus me formou para a salvação de inúmeros pecadores. * A mim, sua serva.

 

SEGUNDA LEITURA (Opcional)

 

Constituição Dogmática LUMEM GENTIUM, 61-62

Predestinada para Mãe de Deus desde toda a eternidade simultaneamente com a encarnação do Verbo, por disposição da divina Providência foi na terra a nobre Mãe do divino Redentor, a Sua mais generosa cooperadora e a escrava humilde do Senhor. Concebendo, gerando e alimentando a Cristo, apresentando-O ao Pai no templo, padecendo com Ele quando agonizava na cruz, cooperou de modo singular, com a sua fé, esperança e ardente caridade, na obra do Salvador, para restaurar nas almas a vida sobrenatural. É por esta razão nossa mãe na ordem da graça. Esta maternidade de Maria na economia da graça perdura sem interrupção, desde o consentimento, que fielmente deu na anunciação e que manteve inabalável junto à cruz, até a consumação eterna de todos os eleitos. De fato, depois de elevada ao céu, não abandonou esta missão salvadora, mas, com a sua multiforme intercessão, continua a alcançar-nos os dons da salvação eterna (185). Cuida, com amor materno, dos irmãos de seu Filho que, entre perigos e angústias, caminham ainda na terra, até chegarem à pátria bem-aventurada. Por isso, a Virgem é invocada na Igreja com os títulos de advogada, auxiliadora, socorro, medianeira (186). Mas isto se entende de maneira que nada tire nem acrescente à dignidade e eficácia do único mediador, que é Cristo (187). Efetivamente, nenhuma criatura se pode equiparar ao Verbo encarnado e Redentor; mas, assim como o sacerdócio de Cristo é participado de diversos modos pelos ministros e pelo povo fiel, e assim como a bondade de Deus, sendo uma só, se difunde vàriamente pelos seres criados, assim também a mediação única do Redentor não exclui, antes suscita nas criaturas cooperações diversas, que participam dessa única fonte. Esta função subordinada de Maria, não hesita a Igreja em proclamá-la; sente-a constantemente e inculca-a aos fiéis, para mais intimamente aderirem, com esta ajuda materna, ao seu mediador e salvador.

RESPONSÓRIO BREVE

 

R. A salvação do mundo foi manifestada aos que crêem , por meio da Virgem Maria.

* Sua vida gloriosa é fonte de luz para todas as Igrejas.

V. Celebremos alegremente a constante intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria. * Sua vida gloriosa.

 

TE DEUM

 

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.

 

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

 

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

Laudes

 

V. Vinde, ó Deus. Glória ao Pai. Como era. Aleluia

 

HINO

 

Banhados no Sangue de Cristo,

lavados de toda impureza,

ó Mãe da Reconciliação,

cantamos tua santa beleza.

 

Feliz já no seio materno,

repleto do Espírito Santo,

São João, o Batista, te aclama

Senhora de todo o encanto.

 

Como um sol imenso e radioso

expulsa da noite o escuro,

o coração nosso libertas

de tudo que é triste e impuro.

 

A quem deixa a casa do Pai,

Mãe, procura sem te deter

aqueles que são seduzidos

no orgulho, poder e prazer.

 

Deixemos que as lágrimas lavem

a todos os nossos pecados,

que todos em Deus nós vivamos

felizes e ressuscitados.

 

Glória a ti, ó Cristo Jesus,

Que nascer da Virgem quiseste,

glória ao Pai e ao Santo Espírito,

prá sempre na vida celeste.

 

SALMODIA

 

Ant. 1 - Tu és a glória de Jerusalém, a alegria de Israel,

- a honra de nosso povo.

 

Salmo 62 (63), 2-9.

— 2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!* 
Desde a aurora ansioso vos busco! 
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

— 3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
— 4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

— 5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
— 6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
— 8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
— 9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 1 – Tu és a glória de Jerusalém, a alegria de Israel,

- a honra de nosso povo.

 

Ant. 2 – Tu és a bendita do Senhor, ó Maria:

- por ti nos foi dado o fruto da vida.

No cântico que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
58Céus, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R. A ele glória e louvor eternamente)

60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!

64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!

68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!

72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei ao Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
88Jovens Misael,Ananias e Azarias, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. 2 – Tu és a bendita do Senhor, ó Maria:

- por ti nos foi dado o fruto da vida.

 

Ant. 3 – Tu és bendita entre todas as mulheres:

- Na presença do Senhor nos livraste da ruína.

 

Salmo 149

- 1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,* 
e o seu louvor na assembleia dos fiéis! 
-  2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
-  3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

-  4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
-  5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
-  6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

- 7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
- 8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
- 9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 3 – Tu és bendita entre todas as mulheres:

- Na presença do Senhor nos livraste da ruína.

 

LEITURA BREVE – Jt 13, 25.

 

O Senhor tornou glorioso teu nome, os homens jamais deixarão de te louvar: eles se lembrarão eternamente do poder de Deus, e de que por eles não temeste pôr em risco a própria vida.

 

RESPONSÓRIO BREVE

 

R. Por ti, ó Maria,

* O Poderoso fez maravilhas. Por ti, ó Maria!

V. Seu amor se estende de geração em geração * O Poderoso.

R. Glória ao Pai. * Por ti, ó Maria.

 

CÂNTICO EVANGÉLICO

 

Ant. - Tu és a Mãe da Misericórdia, o Refúgio dos pecadores, a Esperança dos acusados: de ti nasceu o Cristo, Luz do mundo vinda do Céu.

 

Benedictus - Lc 1,68-79

 

- Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou; 
- e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor, 

- como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 
- para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

- Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando sua santa Aliança 
- e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 

=Serás profeta do Altíssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor * 
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

- anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 
- pela bondade e compaixão de nosso Deus, *  
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente

 

- para iluminar a quantos jazem entre as trevas * 
e na sombra da morte estão sentados
- e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-nos no caminho da paz. 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. - Tu és a Mãe da Misericórdia, o Refúgio dos pecadores, a Esperança dos acusados: de ti nasceu o Cristo, Luz do mundo vinda do Céu.

 

PRECES

 

Imploremos a Jesus, nosso Salvador, que quis nascer da Virgem Maria, e digamos:

 

R. Senhor, que a vossa Mãe, interceda por nós!

 

Sobre a Cruz, na qual nos resgatastes, nos destes vossa Mãe cheia de ternura,

- fazei que, por nossa vida, sejamos sempre reconhecidos como filhos seus. R.

 

Vós quisestes unir a compaixão da vossa Mãe à vossa própria Paixão para nossa reconciliação,

- fazei que, como Ela, pela Igreja, completemos em nossa vida o que falta a vosso sofrimento. R.

 

Vós que não cessais de nos convocar à conversão sincera por vosso amor,

- daí-nos, a exemplo de Maria, que vivamos cada vez mais na caridade, no espírito de oração e reconciliação. R.

 

Vós que fizestes de vosso povo um reino de sacerdotes para glória do Pai:

- concedei-nos, que, pelas mãos de Maria, sempre ofereçamos a Deus sacrifícios espirituais do seu agrado. R.

 

Vós que sois uma presença viva em vossa Igreja e que a dirigis sem cessar pelo Espírito Santo:

- fazei que, com Maria, Mãe da Igreja, escutemos sempre sua voz com amor. R.

 

Pai Nosso...

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

BENÇÃO SOLENE

 

-O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós!

 

-O Deus de bondade, que pelo Filho da Virgem Maria quis salvar a todos, vos enriqueça com sua benção.

R. Amém.

 

-Seja-vos dado sentir sempre e por toda parte a proteção da Virgem, por quem recebestes o Autor da vida.

R. Amém.

 

-E vós, que vos reunistes hoje para celebrar sua solenidade, possais colher a alegria espiritual e o prêmio eterno.

R. Amém.

 

-Pela intercessão de Nossa Senhora da Salette, Reconciliadora dos pecadores e Padroeira da Congregação, (deste Santuário...) a Benção de Deus todo-poderoso, +Pai, +Filho e +Espírito Santo desça sobre vós e permaneça para sempre.

R. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

Hora Média

 

V. Vinde, ó Deus. Glória ao Pai. Como era. Aleluia

 

HINO E SALMODIA

 

Liturgia das Horas do respectivo dia de semana.

(se a solenidade é num domingo, o Hino e Salmos são do Domingo da I semana do Saltério).

 

Ant. A Mãe de Jesus disse aos serventes: “fazei tudo o que Ele vos disser!”

 

LEITURA BREVE – Lc 1, 45-46.

 

“Feliz aquele que creu, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido”. Maria, então disse: “Minha alma engrandece o Senhor”.

 

V. Jesus disse à Mãe: “Eis teu filho”.

R. Depois disse ao discípulo: “Eis tua Mãe”.

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

Hora Terça

(09hs)

 

V. Vinde, ó Deus. Glória ao Pai. Como era. Aleluia

 

HINO E SALMODIA

 

Liturgia das Horas do respectivo dia de semana.

(se a solenidade é num domingo, o Hino e Salmos são do Domingo da I semana do Saltério).

 

Ant. Meu arco aparecerá nas nuvens e lembrarei-me de minha aliança convosco.

 

LEITURA BREVE – Jt 13, 17-18.

 

Assim falou Judite: “Louvai nosso Deus. Ele não abandonou os que Nele esperavam. A mim, sua serva, cumulou de amor, segundo sua promessa à casa de Israel. Por minha mão eliminou o inimigo do meu povo”.

 

V. Ela orava ao Senhor, Deus de Israel,

R. Para que a dirigisse na libertação de seu povo.

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

Hora Sexta

(12hs)

 

V. Vinde, ó Deus. Glória ao Pai. Como era. Aleluia

 

HINO E SALMODIA

 

Liturgia das Horas do respectivo dia de semana.

(se a solenidade é num domingo, o Hino e Salmos são do Domingo da I semana do Saltério).

 

Ant. Em mim se encontra toda graça do caminho e verdade, toda esperança e vigor.

 

LEITURA BREVE – Est. 7, 3.

 

Assim falou Ester: “Se em verdade encontrei graças a teus olhos, ó Rei, e se é esse o teu bem querer, concede-me a vida, eu te suplico; e a vida de meu povo, eu te peço.

 

V. O Senhor lembrou-se de seu povo.

R. Ele se compadeceu de sua herança.

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

Hora Nona

(15hs)

 

Como acima, na Hora Sexta.

II Vésperas

 

V. Vinde, ó Deus. Glória ao Pai. Como era. Aleluia

 

HINO

 

Ave, do mar Estrela,

bendita Mãe de Deus,

fecunda e sempre Virgem,

portal feliz dos céus.

 

Ouvindo aquele Ave

do anjo Gabriel,

mudando de Eva o nome,

trazei-nos paz do céu.

 

Ao cego iluminai,

ao réu livrai também;

de todo mal guardai-nos

e dai-nos todo o bem.

 

Mostrai ser nossa Mãe,

levando a nossa voz

a Quem, por nós nascido,

dignou-se vir de vós.

 

Suave mais que todas,

ó Virgem sem igual,

fazei-nos mansos, puros,

guardai-nos contra o mal.

Oh! dai-nos vida pura,

guiai-nos para a luz,

e um dia, ao vosso lado,

possamos ver Jesus.

 

Louvor a Deus, o Pai,

e ao Filho, Sumo Bem,

com seu Divino Espírito

agora e sempre. Amém.

 

SALMODIA

 

Ant. 1 – O Poderoso fez por ti grandes coisas, ó Maria, e sua misericórdia vai de geração em geração aos que O respeitam.

 

Salmo 121(122)

 

1 Que alegria, quando ouvi que me disseram: *

'Vamos à casa do Senhor!'

2 E agora nossos pés já se detêm, *

Jerusalém, em tuas portas.

 

3 Jerusalém, cidade bem edificada *

num conjunto harmonioso;

4 para lá sobem as tribos de Israel, *

as tribos do Senhor.

 

– Para louvar, segundo a lei de Israel, *

o nome do Senhor.

5 A sede da justiça lá está *

e o trono de Davi.

 

6 Rogai que viva em paz Jerusalém, *

e em segurança os que te amam!

7 Que a paz habite dentro de teus muros, *

tranqüilidade em teus palácios!

 

8 Por amor a meus irmãos e meus amigos, *

peço: 'A paz esteja em ti!'

9 Pelo amor que tenho à casa do Senhor, *

eu te desejo todo bem!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. 1 – O Poderoso fez por ti grandes coisas, ó Maria, e sua misericórdia vai de geração em geração aos que O respeitam.

 

Ant. 2 – Por ti, Virgem Imaculada, nos é dada a vida outrora perdida: do céu acolheste o teu Filho e deste ao mundo o Salvador.

 

Salmo 126(127)

 

1 Se o Senhor não construir a nossa casa, *

em vão trabalharão seus construtores;

– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, *

em vão vigiarão as sentinelas!

 

2 É inútil levantar de madrugada, *

ou à noite retardar vosso repouso,

– para ganhar o pão sofrido do trabalho, *

que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

 

3 Os filhos são a bênção do Senhor, *

o fruto das entranhas, sua dádiva.

4 Como flechas que um guerreiro tem na mão, *

são os filhos de um casal de esposos jovens. –

 

5 Feliz aquele pai que com tais flechas *

consegue abastecer a sua aljava!

– Não será envergonhado ao enfrentar *

seus inimigos junto às portas da cidade.

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. 2 – Por ti, Virgem Imaculada, nos é dada a vida outrora perdida: do céu acolheste o teu Filho e deste ao mundo o Salvador.

 

Ant. 3 – Na presença do Senhor, ó Virgem Mãe de Deus, lembra-te de nos livrar de sua reprovação.

Cântico Ef. 1,3-10 

3 Bendito e louvado seja Deus, * 
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, 
– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo * 
com bênção espiritual de toda sorte! 

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai, 
que nos abençoastes em Cristo!) 

4 Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, * 
já bem antes de o mundo ser criado, 
– para que fôssemos, perante a sua face, * 
sem mácula e santos pelo amor.(R.) 

=5 Por livre decisão de sua vontade, † 
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, * 
a sermos nele os seus filhos adotivos, 
6 para o louvor e para a glória de sua graça,* 
que em seu Filho bem-amado nos doou.(R.) 

7 É nele que nós temos redenção, * 
dos pecados remissão pelo seu sangue. 
= Sua graça transbordante e inesgotável † 
8 Deus derrama sobre nós com abundância, * 
de saber e inteligência nos dotando.(R.) 

9 E assim, ele nos deu a conhecer *
o mistério de seu plano e sua vontade, 
– que propusera em seu querer benevolente, * 
10 na plenitude dos tempos realizar: 
– o desígnio de, em Cristo, reunir * 
todas as coisas: as da terra e as do céu. (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. 3 – Na presença do Senhor, ó Virgem Mãe de Deus, lembra-te de nos livrar de sua reprovação.

 

LEITURA BREVE – At 1, 14.

 

Os discípulos, unânimes, perseveravam na oração, com algumas mulheres, entre as quais Maria, a mãe de Jesus, e com seus irmãos.

 

RESPONSÓRIO BREVE

 

R. Santa Maria, Mãe da misericórdia,

* Intercede por nós, pecadores. R. Santa Maria.

V. À tua proteção recorremos. * Intercede.

Glória ao Pai. R. Santa Maria.

 

CÂNTICO EVANGÉLICO

 

Ant. Todas as gerações te proclamam bem-aventurada, ó Maria: à tua prece, Deus se lembra de seu amor.

 

Magnificat Lc 1, 46-55

 

A alegria da alma no Senhor

 

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador; 
48, pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 saciou de bens os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor, 

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Todas as gerações te proclamam bem-aventurada, ó Maria: à tua prece, Deus se lembra de seu amor.

 

PRECES

 

Glorifiquemos a Deus, o Pai onipotente, que quis que todas as gerações celebrem Maria, a Mãe de seu Filho, e peçamos-lhe humildemente:

 

R. Que a Virgem Reconciliadora dos pecadores interceda por nós!

 

Deus, que fizestes maravilhas, escolhestes a Virgem Maria para ser a Mãe de vosso Filho,

- Fazei que nossos corações acolham o Cristo como Maria O acolheu. R.

 

Vós que tornastes Maria atenta à vossa Palavra e dela fizestes vossa serva fiel,

- por sua intercessão, fazei de nós servidores e discípulos de vosso Filho. R.

 

Vós que quisestes reconciliar o mundo convosco pela Cruz de vosso Filho,

- fazei que a exemplo de Maria, sejamos todos construtores de reconciliação. R.

 

Vós estabelecestes Maria como Mãe de misericórdia para todos nós,

- fazei que sintamos sua ternura materna quando estivermos em perigo. R.

 

Intenções livres...

 

Vós quisestes que Maria partilhe, em corpo e alma, da glória celeste do Cristo,

- concedei aos defuntos que gozem para sempre da mesma glória no vosso Reino. R.

 

Pai Nosso...

 

ORAÇÃO

 

Ó Deus, que reconciliastes o mundo convosco ao preço da vida de vosso Filho e quisestes fazer de sua Mãe ao pé da Cruz, a Reconciliadora dos pecadores: concedei-nos pela intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, o perdão de nossos pecados. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

BENÇÃO SOLENE

 

-O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós!

 

-O Deus de bondade, que pelo Filho da Virgem Maria quis salvar a todos, vos enriqueça com sua benção.

R. Amém.

 

-Seja-vos dado sentir sempre e por toda parte a proteção da Virgem, por quem recebestes o Autor da vida.

R. Amém.

 

-E vós, que vos reunistes hoje para celebrar sua solenidade, possais colher a alegria espiritual e o prêmio eterno.

R. Amém.

 

-Pela intercessão de Nossa Senhora da Salette, Reconciliadora dos pecadores e Padroeira da Congregação, (deste Santuário...) a Benção de Deus todo-poderoso, +Pai, +Filho e +Espírito Santo desça sobre vós e permaneça para sempre.

R. Amém.

 

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Última modificação em Sábado, 16 Setembro 2017 00:40